Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Fármacos e Medicamentos

Notícias

Biofarmacêuticas fecham parceria para desenvolver inibidores de imunoprotesseomas orais

A biofarmacêutica global AbbVie e a Principia Biopharma Inc., companhia biofarmacêutica privada de desenvolvimento clínico, anunciam acordo de cooperação para o desenvolvimento de inibidores imunoproteassômicos orais. O objetivo da colaboração é desenvolver terapias orais, primeiras em suas classes, que tragam o poder da inibição proteassômica de forma segura para o campo da imunologia.

 

"A Principia descobriu uma tecnologia inédita que tem o potencial de aprimorar o cenário de tratamentos de várias doenças imunológicas", afirmou Lisa Olson, vice-presidente de pesquisa em Imunologia da AbbVie. "A combinação do conhecimento da AbbVie em imunologia e a abordagem inovadora da Principia em inibidores imunoproteassômicos pode oferecer aos pacientes uma nova classe de terapias para o tratamento de doenças graves e crônicas".

 

"Como uma das líderes mundiais em imunologia, a AbbVie é um parceiro perfeito para a pesquisa de inibidores covalentes reversíveis, também chamados Tailored Covalencyâ„¢," afirmou Martin Babler, CEO da Principia. "Esta colaboração nos proporciona usar o melhor das duas companhias, avançando nosso programa para uso clínico".

 

A colaboração contempla a criação e desenvolvimento de inibidores seletivos biodisponíveis de subunidades de imunoproteassoma, tendo como alvo a autoimunidade. A AbbVie e a Principia irão colaborar na pesquisa e estudos pré-clínicos. Pelo acordo, a partir de pesquisa bem-sucedida, a AbbVie será responsável pelo desenvolvimento clínico e comercialização de compostos viáveis resultantes da parceria. Os termos financeiros do acordo não foram divulgados.

 

Sobre Imunoproteossoma

Imunoproteossoma é uma classe distinta de proteossomas, abundantes em células imunológicas. Os imunoproteossomas compreendem subunidades proteolíticas múltiplas com papeis específicos no processamento de proteínas para reconhecimento pelo sistema imunológico. Os imunoprotessomas desempenham um papel único nas respostas imunológicas, com efeitos na apresentação dos antígenos, função da célula T e produção de citocinas. Subunidades de Imunoprotessomas podem ser seletivamente inibidas, demonstrando atividade terapêutica em estudos sobre autoimunidade e inflamação.

 

Sobre a AbbVie

A AbbVie é uma companhia biofarmacêutica global, que tem o compromisso de desenvolver terapias inovadoras avançadas, para algumas das mais complexas e críticas condições de saúde. A missão da companhia é usar seu conhecimento, equipe dedicada e foco em inovação para aprimorar, de forma notável, tratamentos em quatro áreas terapêuticas principais: imunologia, oncologia, virologia e neurociência. Em mais de 75 países, os funcionários da AbbVie trabalham todos os dias para desenvolver soluções em saúde para pessoas ao redor do mundo.

 

No Brasil, suas unidades de negócios locais incluem imunologia, neonatologia e virologia e, entre suas diferentes áreas de atuação, conduz mais de 25 estudos clínicos, envolvendo mais de 750 pacientes, em 200 centros de pesquisa. Para mais informação, acesse www.abbvie.com.br

 

Sobre a Principia Biopharma

A Principia Biopharma Inc., companhia privada dedicada à pesquisa em estágio clínico, criou uma nova e revolucionária forma para desenhar e desenvolver terapias de moléculas pequenas que são mais potentes, seletivas, duráveis e seguras do que os medicamentos atualmente disponíveis. A companhia tem utilizado sua tecnologia patenteada Tailored Covalencyâ„¢ para desenvolver portfólio de possíveis drogas que tenha especificidade semelhante a um anticorpo para beneficiar pacientes com doenças autoimunes e inflamatórias e câncer. O PRN1008, um inibidor de BTK (enzina tirosina quinase de Bruton) reversível covalente, está atualmente em avaliação em estudo clinico de fase 2 em pacientes com pemphigus vulgaris, uma doença órfã que afeta a pele e as membranas da mucosa. PRN1371, um inibidor covalente de FGFR1-4, está atualmente em avaliação em estudo clinico de fase 1 em pacientes com câncer de tumores sólidos. PRN2246, um inibidor covalente de baixa dose de BTK que atravessa a barreira do sangue no cérebro, completou, satisfatoriamente, estudos como Novo Medicamento em Pesquisa. Para mais informações, acesse www.principiabio.com.

 

 

 

(Fonte: Agência Globo – 23/06/2017) 

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE