Rio de janeiro
Agenda Inovação Junho -   Julho    -     Agosto   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Fármacos e Medicamentos

Notícias

Amgen anuncia investimento de R$50 milhões em fábrica no Brasil

A Amgen, biofarmacêutica focada em doenças de difícil tratamento, acaba de anunciar um investimento de quase R$ 50 milhões até 2021 para ampliar a participação de mercado da unidade de negócios Bergamo, focada na produção de genéricos e similares, com o lançamento de novos medicamentos, pesquisa e desenvolvimento e o aumento da capacidade produtiva da fábrica.

 

Hoje, além da produção de somatropina (hormônio de crescimento) e toxina botulínica, o Bergamo possui uma das quatro fábricas do Brasil de medicamentos oncológicos injetáveis. Com o investimento, será possível desenvolver um pipeline robusto de medicamentos para uso hospitalar e oncológicos, mantendo um ritmo de mais ou menos cinco novos produtos por ano nos próximos quatro anos. O foco é trazer alternativas e estimular a concorrência para moléculas que atualmente só têm o medicamento referência disponível no mercado, e moléculas antigas, que têm apresentado dificuldade para atender a demanda do mercado brasileiro. Todos esses medicamentos serão produzidos localmente com o respaldo tecnológico da Amgen.

 

Este ano foram lançados cinco novos medicamentos no portfólio do Bergamo, o Mielocade (bortezomibe) para mieloma múltiplo, a fluoruracila e a vincristina, usado no tratamento de uma série de tumores sólidos, a galantamina, para o tratamento de doença de Alzheimer e Solupren (metilprednisolona), anti-inflamatório.

 

Além da ampliação do portfólio, o Bergamo também terá como pilar de crescimento a terceirização de produção de outros laboratórios e a exportação de medicamentos para outros mercados. Por este motivo a empresa está em um processo de ampliação do parque fabril, localizado na Grande São Paulo, que envolve principalmente dobrar a capacidade produtiva de medicamento liofilizados e a ampliação da jornada de trabalho para três turnos.

 

 

 

(Fonte: Agência O Globo - 09/01/19)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE