Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
SENAI

Notícias

Acordo prevê uso de startups para modernizar os Correios

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Correios Participações S/A (CorreiosPar) - subsidiária da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) – fecharam nesta terça-feira (1º) um acordo de cooperação técnica. O objetivo da parceria é promover iniciativas conjuntas em empreendedorismo digital, por meio do Programa Nacional de Aceleração de Startups (Start-Up Brasil).

 

A CorreiosPar vai investir em empresas de base tecnológica, as startups, que desenvolveram produtos e serviços alinhadas aos negócios dos Correios e podem fazer parte de sua cadeia produtiva, como vendas online e rastreamento de veículos e mercadorias. Já o ministério vai ajudar a empresa a selecionar essas startups.

 

A expectativa do governo é que o acordo ajude a impulsionar o Start-Up Brasil. Com a parceira, a CorreiosPar oferecerá um canal de comercialização de produtos e serviços desenvolvidos pelas empresas de tecnologia. Outra ação prevista é a participação de representantes da CorreiosPar na banca de avaliação de projetos selecionados para o programa. O acordo de cooperação técnica terá vigência de 12 meses, podendo ser prorrogado de comum acordo.

 

"O acordo fortalece a política de inovação e modernização dos Correios e ajuda no objetivo da empresa de prestar sempre os melhores serviços e, a cada dia, conquistar mais admiração perante a sociedade brasileira", destacou o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

 

O vice-presidente de Administração, Finanças e Controladoria dos Correios, Francisco Esquef, reforçou que esse acordo vem ao encontro do trabalho de renovação da empresa para se manter competitiva, que inclui ativar parcerias da CorreiosPar com a iniciativa privada. "O programa Start-Up Brasil será um grande parceiro nesse processo, onde buscaremos oferecer cada vez mais produtos e serviços inovadores, alinhados ao novo Correios."

 

O secretário de Política de Informática do MCTIC, Maximiliano Martinhão, destacou que o programa Start-Up Brasil é inovador e tem como diferencial estabelecer parcerias público-privadas de forma rápida e eficiente, com alto valor agregado, para gerar inovação. Desde a criação do programa, 183 startups já receberam apoio. Ao todo, o governo investiu R$ 34,7 milhões e o setor privado, R$ 103,4 milhões.

 

 

 

(Fonte: Agência ABIPTI - 02/08/2017)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE