Rio de janeiro
Agenda Inovação Dezembro -   Janeiro    -     Fevereiro   Avançar Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Fármacos e Medicamentos

Notícias

ENIFarMed encerra programa 2017 com sucesso de público

O segundo dia do 11º ENIFarMed promoveu uma grade de palestras que animou o público presente. “Tivemos uma reunião extremamente proveitosa e rica na medida em que as pessoas previstas compareceram e todas as mesas se realizaram. O público foi atuante, fez questionamentos, houve debate e discussão, o que tornou o encontro extremamente efetivo”, declarou Roberto Nicolsky, diretor-geral da PROTEC (Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica).

 

Mariana Sandroni, coordenadora de conteúdo, reforçou a qualidade dos debates. “O 11º ENIFarMed foi um sucesso absoluto pois conseguimos trabalhar as informações mais importantes sobre inovação e acesso”, declarou.

 

Nesta terça-feira, logo pela manhã, a plenária com o palestrante internacional George Moonsammy tratou de trazer uma nova perspectiva à prevenção de doenças infecciosas como Dengue e Malária. No debate, Moonsammy apresentou o projeto da empresa em que atua como diretor executivo de assuntos regulatórios e clínicos, a VLP Therapeutics, que criou uma plataforma para desenvolvimento de vacinas que, diferentemente das tradicionais, utiliza partículas semelhantes aos vírus, e não os vírus vivos. A técnica impede o efeito replicativo, aumentando a segurança do procedimento.

 

Ainda pela manhã, duas sessões temáticas foram realizadas provocando a plateia presente. Na palestra sobre “Formação de Recursos Humanos, Startups e Empreendedores em Saúde Humana”, a mesa apresentou as visões do empreendedor, do investidor, do legislador e, também, do governo. Como destaque, o deputado federal Otavio Leite, um dos palestrantes, destacou: “Sem empreendedorismo, não há futuro”.

 

De forma simultânea, o ENIFarMed realizou a sessão temática “Regulação de produto farmacêutico inovador”, expondo dados do mercado de fármacos e medicamentos que mostram que o setor foi um dos poucos que conseguiu manter-se com taxa de crescimento considerável mesmo durante a crise.

 

Adentrando o período da tarde, duas novas sessões temáticas, desta vez sobre biotecnologia e biodiversidade, dividiram os mais de 200 participantes em duas salas. Na primeira delas, sob o tema “Biotecnologia – Terapias avançadas e medicina regenerativa”, os palestrantes apresentaram seus projetos sobre células-tronco de pluripotência induzida, análises genéticas com foco terapêutico, barreiras das indústrias de biotecnologia e estratégias para imunoterapia do câncer.  A outra sessão tratou de “Biodiversidade – Perspectivas a partir da nova regulamentação” e apresentou as benesses da lei nº 12.123, conhecida como Lei de Biodiversidade, e do novo Marco Legal.

 

Encerrando o segundo dia do encontro, os participantes se reuniram para a plenária “Como os novos acordos entre INPI e Anvisa irão agilizar os exames de patentes”, evento que traçou um retrospecto sobre o modelo de patenteamento e abordou a portaria conjunta de 2017, criada para delimitar de forma mais clara os papeis que estabelecem que a Anvisa será responsável por analisar os pedidos de patentes.

 

 

 

(Fonte: IpdFarma – 06/12/2017)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE