Rio de janeiro
Agenda Inovação Maio -   Junho    -     Julho   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Patentes

Notícias

Dia Mundial da Propriedade Intelectual

No dia 26 de abril, o mundo comemora o Dia da Propriedade Intelectual. Todos os anos a Organização Mundial de Propriedade Intelectual – OMPI lança um tema para ser trabalhado com o objetivo de disseminar o papel que os direitos de propriedade intelectual (PI) desempenham no incentivo à inovação e à criatividade. Neste ano, o tema foi “Propriedade Intelectual e Esportes: Traçando as Conexões”.

 

Com o surgimento da indústria 4.0, o avanço tecnológico nesse ambiente tende a aumentar ainda mais, proporcionando a operação em tempo real, a virtualização, a descentralização, a orientação à serviços, a modularidade. Dessa forma, o avanço tecnológico nesse ambiente implica na aplicação da propriedade intelectual, uma vez que esta é necessária para garantir a segurança da exploração e competitividade.

 

Atualmente, algumas empresas investem no desenvolvimento de novas tecnologias para ajudar a melhorar o desempenho atlético e envolvimento do público. Elas realizam a proteção intelectual por meio de patentes e desinger, pois além de contribuir com o seu crescimento, garante ganhos econômicos por meio da transferência de tecnologia. Outra estratégia é o uso das marcas que superestimam as receitas comerciais dos contratos de patrocínio, merchandising e licenciamento, além dos direitos de transmissão que sustentam a relação entre esporte e televisão e outras mídias.

 

Aproveito a campanha proporcionada pela OMPI para conscientizar que a indústria esportiva tem um grande potencial para a inovação e, apesar do seu considerável avanço tecnológico e transversalidade, muitas outras indústrias podem crescer e se desenvolver a partir de produtos inovadores aplicados a ela. No entanto, a proteção intelectual é o fator decisivo para o desenvolvimento econômico e social sustentável.

 

A proteção intelectual é importante porque permite que o criador crie barreiras de entrada para outros concorrentes, além de proporcionar inúmeros benefícios como assegurar a exclusividade de uso e exploração da criação e impedir que terceiros se beneficiem indevidamente dos esforços intelectuais e financeiros dispendidos pelos inventores. O Brasil tem criado um ambiente de negócios de modo a proporcionar às empresas a proteção ao investimento, ao estímulo, à inovação e à capacitação tecnológica. No entanto, os agentes que compõem o ecossistema da inovação no país também aguardam ansiosos pela melhoria no processo de concessão da patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial–INPI, o que proporcionará maior segurança do negócio.

 

 

 

(Fonte: O Estado - 26/04/19)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE