Rio de janeiro
Agenda Inovação Julho -   Agosto    -     Setembro   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Patentes

Notícias

INPI comemora Dia Mundial da PI com evento na OMPI

No dia 26 de abril, foi realizado na sede da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), na cidade do Rio de Janeiro, um ciclo de debates em comemoração ao Dia da PI. As celebrações deste ano têm como assunto a relação entre PI e Esportes e buscam divulgar a campanha internacional cujo tema é “Reach for Gold: IP and Sports”.

 

A mesa de abertura foi composta pelo Diretor Regional da OMPI no Brasil, José Graça Aranha; pelo Presidente do INPI, Cláudio Furtado; pela representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Maria Teresa Fontes; pela Adida de PI para os países do Mercosul, Guianas e Suriname, do United States Patent and Trademark Office (USPTO), Laura Hammel; e pelo Diretor de Propriedade Intelectual do Japan External Trade Organization (JETRO), Masaki Okamoto.

 

A primeira mesa-redonda foi moderada pelo Presidente da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI), Luiz Edgard Montaury Pimenta, e debateu a importância de uma estratégia de PI para o desenvolvimento esportivo. A discussão contou com a participação do surfista e empresário Rico de Souza, que falou sobre sua trajetória no esporte e da relevância da proteção da marca para tornar-se um empreendedor.

 

O Vice-Presidente da National Basketball Association (NBA) para a América Latina, Sergio Perrella Filho, destacou a importância da proteção dos ativos de PI para a exploração comercial dos produtos da liga americana em todo o mundo. Por fim, o advogado, Paulo Parente, contou sua experiência como representante de atletas de ponta no Jiu-Jitsu, Surf e Mixed Martial Arts (MMA), com ênfase na assessoria jurídica em PI e destacou, ao final, o prejuízo causado pela pirataria no Brasil.

 

A parte da tarde iniciou com um estudo de caso apresentado por um grupo de alunos de curso ministrado pela OMPI, com foco na análise da proteção da PI nas Copas do Mundo de Futebol de 2014 e 2018. Em seguida, discutiu-se o esporte como ferramenta para o desenvolvimento social em mesa redonda moderada pelo Vice-Presidente da Associação Brasileira de Agentes de Propriedade Intelectual (ABAPI), Álvaro Loureiro Oliveira. O debate teve a participação das representantes do PNUD, Maria Teresa Fontes e Samantha Dotto Salve; do organizador executivo dos Jogos dos Povos Indígenas, Carlos Justino Terena; e da Gerente Executiva do Instituto Ayrton Senna, Samira Miguel. 

 

O evento foi realizado pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), em parceria com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Neste ano, contou ainda com o apoio das seguintes instituições: Associação Brasileira de Agentes de Propriedade Intelectual (ABAPI); Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI); Atletas pelo Brasil; Confederação Nacional da Indústria (CNI); Instituto Ayrton Senna (IAS); Instituto Esporte e Educação (IEE); Japan Patent Office (JPO); National Basketball Association (NBA); e United States Patent and Trademark Office (USPTO).

 

 

 

(Fonte: INPI - 03/05/19)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE