Rio de janeiro
Agenda Inovação Abril -   Maio    -     Junho   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

Finep divulga linhas de financiamento para empresas de Curitiba e Região

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), órgão vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, apresenta nesta quarta-feira, dia 9, em Curitiba, as linhas de financiamento que a instituição oferece anualmente para projetos em inovação, nas modalidades reembolsáveis, não reembolsáveis e capital de giro. Empresários de micro, pequenas, médias e grandes empresas e representantes de instituições de ciência e tecnologia, fixados em Curitiba e Região, participam do workshop "Instrumentos de Financiamento à Inovação - Finep", parceria com o Sebrae no Paraná, Sistema Fiep e Rede Paranaense de Incubadoras e Parques Tecnológicos (Reparte).

Na oportunidade, também será divulgado o Prêmio Finep de Inovação Tecnológica 2007, um estímulo aos empresários e instituições que buscam alternativas para inovar processos, produtos e serviços. Cascavel, Francisco Beltrão e Pato Branco, no Oeste e Sudoeste, foram as primeiras cidades do Paraná a conhecer, em meados de abril passado, as linhas de financiamento e as regras do Prêmio Finep.

Os interessados em Curitiba e Região também terão atendimento individualizado, para tirar dúvidas. Os atendimentos, que devem ser pré-agendados, ocorrem na manhã seguinte ao workshop, dia 10, das 8 horas ao meio-dia, e servirão para os interessados tirarem dúvidas não apenas das linhas de financiamento da Finep, mas também de outras linhas oferecidas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

"O mundo mudou e a velocidade com a qual essas mudanças vêm ocorrendo está cada vez maior. Fenômenos como a globalização e a internet têm gerado pressões como a tomada de consciência dos consumidores que estão mais exigentes. Essas transformações colocam as nossas empresas em xeque. E temos duas formas para encarar as mudanças: resistir, e sermos atropelados, ou nos preparar para essas mudanças investindo em inovação e competitividade", avalia o diretor técnico do Sebrae no Paraná, Allan Costa.

O consultor Agnaldo Castanharo, que coordena a Unidade de Apoio a Projetos do Sebrae no Paraná, complementa que o Paraná tem muitos casos de inovação, mas às vezes as empresas não sabem onde buscar suporte para seus projetos. "É importante que os empresários participem desse workshop, busquem orientação sobre as linhas de financiamento da Finep e conheçam o Prêmio de Inovação Tecnológica. A inovação é um diferencial para tornar as empresas mais competitivas. Uma regra que vale também para as pequenas empresas."

Para o gerente regional do Sebrae em Curitiba, José Gava Neto, a inovação é fundamental para o fortalecimento das micro e pequenas empresas. "Os clientes estão exigentes, cada vez mais informados e com acesso a outros fornecedores." Gava Neto lembra a lição do economista norte-americano Michael Porter, professor da Harvard Business School, que cita a "diferenciação" e o "baixo custo" como fontes genéricas de vantagem competitiva. "Pensar só no baixo custo é ficar no mundo do menos. Os empresários precisam investir na diferenciação, e para isso têm de inovarem, criarem algo diferente", assinala o gerente regional.

Inovação

O coordenador do Prêmio Finep de Inovação Tecnológica 2007 para a Região Sul, Alexandre Cabral, cita exemplos de sucesso no Paraná em inovação. Dentre os quais, a Rede de APLs - Arranjos Produtivos Locais, que têm dinamizado as economias regionais; o parque acadêmico da Reparte, que cria um ambiente ideal para a incubação de futuros empreendimentos; e o sistema de captação de recursos para inovação, que, na sua avaliação, dá suporte ao setor.

Para Maurício de Albuquerque Todeschini, coordenador do Prêmio no Paraná e de Projetos do Instituto Euvaldo Lodi - braço da Confederação Nacional da Indústria no Estado -, as empresas de base tecnológica, além de mais competitivas, conseguem manter-se no mercado e agregar valor aos seus produtos. "As indústrias inovam todos os dias, mas não registram. O Prêmio Finep de Inovação é uma oportunidade para que esse trabalho seja divulgado."

De acordo com o Manual de Oslo, específico sobre o assunto, as inovações tecnológicas compreendem as implantações de produtos e processos tecnologicamente novos, e substanciais melhorias em produtos e processos. Uma inovação tecnológica de produto e processo é considerada implantada se tiver sido introduzida no mercado (inovação de produto) ou usada no processo de produção (inovação de processo).

Todeschini reforça que inovação é um conceito amplo que não engloba apenas produto, mas processos. A inovação, segundo ele, é algo novo, diferenciado e útil. Ou seja, nem sempre requer, por exemplo, altos investimentos. Uma idéia simples e barata pode ser nova, diferenciada e útil. "Há empresários que confundem o que é inovação. O Prêmio Finep é uma oportunidade para conhecerem mais e até romperem esse paradigma", aposta Todeschini.

Comportamento empresarial

Entre 1998 e 2003, as empresas de pequeno porte investiram mais em inovação tecnológica, do que as grandes empresas, revelou o estudo 'Inovação Tecnológica no Brasil - A Indústria em Busca da Competitividade Global', divulgado no final do ano passado. Segundo o estudo, a taxa de inovação da indústria brasileira aumentou de 31,5%, entre 1998 e 2000, para 33,3%, entre 2001 e 2003.

Entretanto, esse aumento ocorreu basicamente entre as empresas de menor porte e veio acompanhado de uma redução de 12% das atividades consideradas realmente inovadoras, sobretudo na realização de Pesquisa e Desenvolvimento Interno (P&DI). Entre algumas conclusões do estudo está a de que as 20 atividades mais inovadoras encontram-se em mercados bastante concentrados, que são fabricação de caminhões e ônibus, defensivos agrícolas, automóveis, camionetas e utilitários e cimento.

Prêmio Finep

O Prêmio Finep de Inovação Tecnológica foi criado em 1998 para identificar, divulgar e premiar esforços inovadores desenvolvidos e aplicados no País. Engloba todas as etapas do processo de inovação: da pesquisa em laboratório ao desenvolvimento de mercados para produtos inovadores; da incubação de empresas de base tecnológica à estruturação e consolidação dos processos de pesquisa e desenvolvimento das empresas já estabelecidas.

Empresários e instituições de Curitiba e Região podem se inscrever em seis categorias: Produto, Processo, Pequena Empresa, Grande Empresa, Instituição de Ciência e Tecnologia e Inovação Social, até 16 de julho. Os primeiros lugares regionais em cada categoria concorrem, no final do ano, à grande final nacional, na qual a empresa/instituição vencedoras recebem o troféu das mãos do presidente da República. Mais informações sobre o Prêmio podem ser obtidas no site www.finep.gov.br.

O "Workshop Instrumentos de Financiamento à Inovação - Finep" acontece no dia 9 de maio, quarta-feira, às 19 horas, no Cietep - Sala de Convenções - Avenida Comendador Franco, 1.341 (Avenida das Torres). No dia 10, será aberta a oportunidade para consultas individuais, das 8 às 12 horas, também no Cietep, na sala 215. Os agendamentos, para tirar dúvidas sobre as linhas de crédito, podem ser feitos com Lílian Batista - (41) 3271-9551 - lilian.batista@fiepr.org.br .

Agência Sebrae de Notícias no Paraná (http://asn.sebraepr.com.br

  Fonte: Site Paranashop (PR)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE