Rio de janeiro
Agenda Inovação Maio -   Junho    -     Julho   Avançar Voltar 2018 -   2019 Avançar
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

Governo brasileiro apóia 18% das empresas inovadoras

Durante o painel Ambientes para a Inovação e a Competitividade nas Américas - Perspectiva Empresarial, realizado nesta quarta-feira (11/07), durante o I US Brazil Innovation Summit, em Brasília, o diretor de Estudos Setoriais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), João de Negri, afirmou que, segundo um levantamento feito pelo instituto, apenas 18% das empresas que estão investindo em inovação tecnológica no país contam com suporte do governo. Nos EUA, esse percentual é de 30%.

 

"O Ipea dedicou-se a entender o papel das empresas brasileiras no mundo", explicou. Na comparação com outros emergentes, o Brasil tem uma posição singular. Um dos indicadores que ilustra essa posição avalia as empresas que inovam e diferenciam seus produtos, apontando que no Brasil, 25,19% das empresas inovam, enquanto no México, o índice é de 5,30% e na Argentina, de 12,71%.

 

Outro dado apresentado representa, segundo Negri, "uma recente mudança constatada no comportamento empresarial". Atualmente o Brasil investe de sete a oito vezes mais em pesquisa e desenvolvimento em relação aos demais países emergentes, de acordo com dados do Ipea.

 

Empresários presentes ao encontro também discutiram a inovação no setor produtivo. Segundo o presidente da Ford Mercosul, Marcos Oliveira, a inovação tem sido um dos pilares da indústria automotiva. "É uma indústria que está em constante evolução", explicou. Essa necessidade de inovação contínua, de acordo com Oliveira, assegura aspectos como segurança para passageiros, conforto, cuidado com o meio ambiente e grande concorrência entre as empresas. Além disso, ele citou a necessidade de inovação também nos processos de apoio como vendas, distribuição, pós-venda, entre outros. Para ele, "a competitividade não é mais local, é global e em bases de igualdade".

 

A indústria aeronáutica brasileira também é um caso de sucesso, para o diretor de relações institucionais da Embraer, Francisco Mello. "A história da Embraer é uma história de inovação", afirmou. Sobre o mercado da aviação, Mello acredita que "sobreviver na área de aviação comercial é uma questão de competitividade, onde é necessário inovar sempre".

 

Referindo-se ao evento, o presidente da Natura, Pedro Passos, afirmou que essa integração com os Estados Unidos é um momento importante, pois "os brasileiros têm muito a aprender com os diferentes estágios econômicos". Em relação à inovação, Passos acredita que é "importante inovar com o consumidor e com a comunidade e não apenas para os dois públicos". Ele também falou da forma como a Natura trabalha a inovação: "somos abertos e apoiadores do processo de inovação, pois é isso que nos faz sobreviver".

 

 

(Fonte: Portal Fator Brasil e Folha de S. Paulo)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE