Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

UE e Japão devem fechar acordo de livre comércio

A negociação do acordo se arrasta desde 2013 e vinha sendo bloqueada principalmente devido a questões sobre exportações de automóveis japoneses e de produtos agrícolas europeus. Mas as conversas se aceleraram nos últimos meses, numa reação à retirada dos EUA da negociação de acordos comerciais internacionais.

 

A última rodada de negociações terminou no sábado, em Tóquio, sem um acordo, mas negociadores disseram estar otimistas de que um acerto final poderá ser concluído até esta quinta-feira, quando o premiê japonês, Shinzo Abe, se reunirá com líderes europeus. Detalhes do acordo ficariam para ser definidos mais adiante.

 

"Estamos quase lá", disse a comissária de Comércio da UE, Cecilia Malmström. O ministro das Relações Exteriores do Japão, Fumio Kishida, vê questões ainda a serem resolvidas, mas disse que o arcabouço do acordo está ao alcance.

 

"O pacote que esperamos concluir vai derrubar quase todas as tarifas alfandegárias entre nós, e isso vale muito dinheiro" disse Malmström, numa provável mensagem aos EUA de que quem ficar fora do processo de liberalização comercial vai perder oportunidades. Ela avalia que as exportações de alimentos da UE para o Japão podem crescer um terço com o acordo comercial.

 

 

 

(Fonte: Valor Econômico – 03/07/2017)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE