Rio de janeiro
Agenda Inovação Outubro -   Novembro    -     Dezembro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

Comitê vai facilitar e desburocratizar comércio exterior brasileiro

Os membros do Comitê Nacional de Facilitação de Comércio (Confac) vão se empenhar para facilitar e desburocratizar o comércio exterior brasileiro e garantir o cumprimento do Acordo de Facilitação de Comércio (AFC) da Organização Mundial do Comércio (OMC). A proposta consta no Plano de Trabalho do Comitê para o período 2017-2018, aprovado durante a segunda reunião do grupo, realizada no último da 13 na sede do Ministério da Fazenda.

 

O Comitê, formado por técnicos dos ministérios da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, da Fazenda, das Relações Exteriores e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, estabeleceu que realizará um trabalho junto aos órgãos de governo para assegurar o cumprimento dos compromissos acordados no Acordo de Facilitação de Comércio e garantir a qualidade da sua implementação. Além disso, o Comitê acompanhará a implementação dos compromissos notificados como categoria “B” à OMC.

 

Os dois grupos técnicos aprovados na primeira reunião do Confac, o Grupo Técnico de Indicadores de Facilitação de Comércio e o Grupo Técnico de Licenciamento de Importações e Exportações, tiveram seus atos de criação formalizados nesta reunião.

 

O GT Indicadores realizará o trabalho de análise, desenvolvimento e aplicação de indicadores de facilitação de comércio com vistas à elaboração e priorização de políticas públicas na área, em particular em relação ao AFC.

 

O GT Licenciamento terá como objetivo reduzir o uso de regimes de licenciamento de importação e de exportação ao equivalente às boas práticas internacionais, mediante o emprego de instrumentos de controle e acompanhamento de operações menos restritivos ao comércio, além de aumentar a eficiência e reduzir custos relativos aos processos de licenciamento, quando subsistirem.

 

Destaca-se, ainda, a criação do Grupo Técnico Embalagem de Madeira, que objetiva identificar novos procedimentos de destruição de embalagens e suportes de madeira em bruto que não atendam às exigências para ingresso no Brasil, compatíveis com as premissas da Norma Internacional de Medida Fitossanitária nº 15 - NIMF 15/FAO.

 

As demandas levadas à Secretaria do Confac pelo setor privado foram apresentadas ao Comitê e foi acordada a construção de uma proposta de encaminhamentos para a próxima reunião do Subcomitê de Cooperação, que deve ser realizada em agosto.

 

Facilitação de comércio

O Brasil foi o primeiro país da América do Sul a colocar em funcionamento um Comitê Nacional de Facilitação de Comércio, conforme determina o AFC. O colegiado é presidido pelo MDIC e pelo Ministério da Fazenda (MF), e conta ainda com a participação de representantes dos Ministérios das Relações Exteriores (MRE), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), da Casa Civil e da Secretaria-executiva da CAMEX.

 

A participação do setor privado e de outros órgãos governamentais também é garantida no Confac, que busca melhorias nos procedimentos, controles e exigências aduaneiras e administrativas relativas ao comércio exterior de bens.

 

 

 

(Fonte: MDIC – 25/07/2017)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Inova Talentos

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE