Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

Mercado reduz previsão para inflação e juros e aumenta para PIB

Após o corte da taxa Selic na semana passada de 9,25% para 8,25% ao ano, o mercado fez revisões mais amplas para os indicadores financeiros em 2017 e 2018, segundo os números divulgados nesta segunda-feira pelo Boletim Focus, documento divulgado pelo Banco Central com as principais instituições financeiras. O movimento confirma uma tendência já revelada por alguns bancos na última sexta-feira.

 

A expectativa agora é que a inflação em 2017 fique em 3,14%, abaixo dos 3,38% estimados na semana anterior. Já a estimativa para 2018 caiu de 4,18% para 4,15%. O cenário para os juros, por sua vez, é que termine o ano em 7%, ante taxa de 7,25% na semana anterior. Se confirmada a projeção, será um novo piso histórico para a Selic, cujo menor nível foi de 7,25% em julho de 2013.

 

Se inflação e juros devem ficar menores do que era imaginado antes, a atividade econômica deve vir mais positiva. A projeção para a variação do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 agora é de 0,60%, ante 0,50% na semana anterior. Para 2018, o crescimento esperado subiu de 2% para 2,10%.

 

 

 

(Fonte: O Globo – 11/09/2017)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE