Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

Ministro britânico lança programa de cooperação para facilitação de comércio com o Brasil

O ministro britânico para Comércio Internacional, Conor Burns, e o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia do Brasil, Marcos Troyjo, assinam , no dia 20 de agosto (terça-feira), em Brasília (DF) um acordo para implementação, no Brasil, do Programa de Cooperação Brasil-Reino Unido de Comércio. A iniciativa prevê o investimento de até £20 milhões (cerca de R$100 milhões) no país.

 

O Programa de Comércio do Fundo de Prosperidade Britânico oferece assistência técnica e apoio ao ambiente comercial brasileiro, promovendo as atividades de importação e exportação, principalmente para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). O objetivo é estimular essas empresas a encontrar nas exportações uma nova fonte de lucro, diversificando o tipo de bens e serviços que o Brasil oferece ao mercado internacional, e com isso aumentando seu acesso a investimentos, gerando empregos e, em última instância, reduzindo a pobreza.

 

A iniciativa vai envolver programas já existentes de promoção de comércio internacional e com empresas de nicho de setores como alimentação, têxtil, além de companhias gerenciadas por mulheres e produtores locais. Assim, o programa espera levar ao mundo também produtos que só podem ser encontrados no Brasil. Os trabalhos serão feitos em conjunto com agências brasileiras, com o objetivo de reduzir os custos a empresas ao trazer processos mais eficientes em portos;criar um ambiente mais seguro para empresas que desejam inovar, reduzindo o tempo necessário para análise e aprovação de patentes e marcas registradas no Brasil; e apoiar o alinhamento do Brasil com normas técnicas da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

 

Um dos focos será em barreiras não tarifárias para que empresas do mundo todo possam aumentar sua participação no Brasil – uma das maiores economias do mundo. O Ministro Burns afirmou que “a América do Sul é um mercado importante para o Reino Unido. Estou feliz de visitar o Brasil e o Chile para promover os negócios britânicos e reforçar nosso compromisso com as nações da região. O Brasil e o Reino Unido possuem uma parceria longa e próspera e o lançamento deste programa apoiará o país na busca por novos mercados, incluindo no Reino Unido.”

 

O acordo faz parte do Fundo de Prosperidade [Prosperity Fund] do Governo Britânico que investirá £80 milhões (aproximadamente R$ 400 milhões) no Brasil nos próximos 4 anos em setores que vão além do comercio de importação e exportação, como Cidades Inteligentes, Educação, Saúde, Finanças Verdes e Energia. O Fundo global tem uma reserva de £1.2 bilhões (aproximadamente R$ 6 bilhões).

 

Cooperação bilateral Em 2018, o comércio entre Brasil e Reino Unido gerou £6 bilhões (aproximadamente R$ 30 bilhões), um aumento de 7% em relação ao ano anterior, confirmando as oportunidades disponíveis tanto para empresas britânicas quanto para empresas brasileiras. A previsão é que o Brasil seja uma das 10 principais economias do mundo até 2050.

 

Enquanto o Reino Unido se prepara para sair da União Européia no dia 31 de outubro, mercado em franco crescimento como Brasil representam grandes oportunidades para empresas britânicas. O trabalho em conjunto para desenvolver o Programa de Facilitação de Comercio foi acordado no Comitê Econômico e Comercial Conjunto Brasil-Reino Unido (JETCO) que aconteceu em 2016, quando os dois países se comprometeram a trabalhar juntos através do Fundo de Prosperidade para aumentar a eficiência nas reformas e facilitação do comércio; melhorar a compreensão mútua dos respectivos ambientes normativos; promover Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) para se unirem a cadeias globais de comércio, inclusive no setor de serviços; reestruturar processos do Instituto de Propriedade Industrial do Brazil (INPI); e implementação de padrões internacionais de comércio (estipulados pela OCDE).

 

Este programa baseia-se nos esforços do Brasil para facilitar o comércio e se integrar nos mercados globais como fonte de crescimento. Conor Burns no Brasil A assinatura do acordo faz parte da visita do ministro Conor Burns ao Brasil. A agenda inclui compromissos com empresas britânicas e brasileiras, além de reuniões com autoridades do Governo Federal e com o governador do Rio de Janeiro.

 

 

 

(Fonte: Portal Fator Brasil - 20/08/19)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE