Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
RETS

Notícias - RETS

Empresa sai de incubadora com faturamento de R$ 2 milhões

A Beenoculus desenvolveu um óculos de realidade virtual de baixo custo para smartphones e uma plataforma em nuvem para distribuir material audiovisual com imagens em 360 graus. Na última quarta-feira (7), a empresa assinou a graduação do processo de incubação da Incubadora Tecnológica do Instituto de Tecnologia do Paraná  (Intec - Tecpar). A empresa sai da incubadora com um faturamento de R$ 2 milhões em 2016 e uma previsão de triplicar esse valor neste ano.

 

A empresa entrou no processo de incubação em 2014, ainda como Beetech. A Beenoculus surgiu naquele ano, como uma spin-off da Beetech,. Hoje, a companhia emprega 15 profissionais.

 

Rawlinson Peter Terrabuio, co-fundador da empresa e diretor de marketing, pontua que o processo de incubação foi importante para apoiar a empresa na prototipação do produto, com a impressora 3D da Intec, e na consultoria para redesenho do negócio. A empresa hoje tem três unidades, duas em Curitiba e um escritório comercial em São Paulo.

 

Neste ano, a Beenoculus foi eleita a primeira colocada na categoria “Futuro da Educação” do Ranking 100 Open Startups Brasil 2017, que elenca as empresas mais atraentes para negócios e investimentos do país, além de ocupar a segunda posição no ranking geral.


O processo de incubação da Beenoculus também trouxe desafios de gestão para a própria Intec, ressalta Gilberto Lima, gerente dos Parques e Incubadoras Tecnológicas do Tecpar.

 

Para o diretor-presidente do Tecpar, Júlio Felix, o sucesso da empresa no mercado e seu expressivo resultado mostra que o processo traz ganhos à sociedade paranaense. “Mais de 100 negócios já contaram com o apoio da nossa incubadora, que tem o desafio de dar apoio tecnológico para o desenvolvimento de empresas inovadoras”, explica.

 

Ao longo de 28 anos, a Intec já deu suporte tecnológico a mais de 100 negócios. No momento, oito empresas passam pelo programa da Intec, com o desenvolvimento de tecnologias em diversas áreas: Werker, Vuk Personal Parts, Compracam, Provena, RR Import, Forrest Brasil Tecnologia, OrangeLife e Neurocel.

 

 

 

(Fonte: Agência ABIPTI – 17/07/2017)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE