Rio de janeiro
Agenda Inovação Outubro -   Novembro    -     Dezembro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
RETS

Notícias - RETS

Importação de químicos agro sobe 10,4%

O Brasil importou US$ 4.564.936 (FOB) de produtos químicos para o agronegócio no primeiro semestre, incluindo fertilizantes, seus intermediários e defensivos agrícolas. Os dados foram divulgados pela Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química), com base em informações do MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços).

 

Houve aumento de 10,4% do montante adquirido pelo País no exterior na comparação com os US$ 4.133.749 registrados no mesmo levantamento realizado à época em 2016. Os dados constam no Sistema Alice (Análise das Informações de Comércio Exterior), mantido pela Secex (Secretaria de Comércio Exterior).

 

Os fertilizantes e intermediários seguem liderando a pauta de importação brasileira de produtos químicos. O País comprou US$ 3.492.665 acumulados entre janeiro a junho de 2017, o que representa um expressivo aumento de 21,9% na comparação com os seis meses iniciais do ano passado, quando foram adquiridos US$ 2.864.533.

 

Já nos defensivos agrícolas (entre princípios ativos e produtos formulados) houve redução: o Brasil importou US$ 1.072.271 neste mesmo período analisado. Esse acumulado significa decréscimo de 15,5% sobre os US$ 1.269.216 comprados no exterior nos seis primeiros meses de 2016.

 

 

 

(Fonte: Agrolink – 27/07/2017)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Inova Talentos

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE