Rio de janeiro
Agenda Inovação Outubro -   Novembro    -     Dezembro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
RETS

Notícias - RETS

Bayer e Ginkgo investem mais de R$ 300 milhões em nova empresa de biotecnologia

Uma nova empresa focada em biotecnologia foi criada a partir de investimentos conjuntos da Bayer, que tem sede na Alemanha, e da norte-americana Ginkgo Bioworks. O aporte total é de US$ 100 milhões e a companhia recém-lançada ficará nos EUA, onde também funciona a divisão de pesquisa e desenvolvimento da gigante alemã.

 

O objetivo do empreendimento é criar soluções e produtos que melhorem a fixação de nitrogênio pelas plantas, parte essencial ao desenvolvimento das lavouras.

 

Embora culturas como a soja, ervilhas e outras leguminosas possam ser combinadas com microrganismos específicos que vivem dentro da planta – que formam o microbioma do vegetal - e satisfazem suas necessidades de nitrogênio, a maior parte das outras culturas não tem essa capacidade. O fertilizante nitrogenado é, por um lado, componente fundamental na agricultura moderna, mas, por outro, aumenta o custo de produção e pode trazer riscos ambientais se utilizado de forma ineficaz, com maior emissão de gases de efeito estufa e poluição da água.

 

“O acesso ao microbioma faz parte da estratégia de inovação da Bayer. Estamos lançando esta empresa a fim de desenvolver produtos agrícolas transformadores baseados nas mais recentes tecnologias de biologia sintética”, afirma Kemal Malik, membro do Conselho de Administração da Bayer e responsável pela área de Inovação. “Estabelecemos esta parceria exclusiva com a Ginkgo a fim de construir um player líder neste campo”.

 

“A biologia está mudando setores diversos, que vão dos aromatizantes e fragrâncias aos produtos eletrônicos. A agricultura é a tecnologia biológica original e quanto mais pudermos aprender a trabalhar com o microbioma do solo, mais poderemos descobrir novas maneiras de agregar valor aos agricultores e retornar às suas raízes biológicas e mais sustentáveis”, afirma Jason Kelly, cofundador e diretor-presidente da Ginkgo Bioworks. “Estamos muito felizes em trabalhar com a Bayer para que essa aspiração transformacional seja vital”.

 

“O microbioma das plantas é uma das próximas fronteiras da agricultura sustentável”, afirma Axel Bouchon, responsável pelo Bayer Life Science Center. “Isso pode nos permitir dar um grande salto na fisiologia das plantas: produzir fertilizantes nitrogenados diretamente na planta. Estamos confiantes na proposta de combinar a mais sofisticada ciência das plantas e a liderança em tecnologia de microrganismos para ajudar a enfrentar esse desafio.”

 

O fechamento da operação está sujeito às condições usuais e deve ocorrer até o final de 2017.

 

Sobre o Ginkgo Bioworks

Com sede em Boston, nos EUA, a Ginkgo Bioworks utiliza a tecnologia mais avançada do planeta – a biologia – para cultivar produtos em vez de fabricá-los. A plataforma tecnológica da empresa está trazendo a biotecnologia para os mercados de bens de consumo, permitindo que empresas de fragrâncias, cosméticos, nutrição e alimentos produzam produtos melhores.

Bayer: Science For A Better Life (Ciência para uma Vida Melhor)

 

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana e animal e agricultura. A companhia objetiva criar valor por meio da inovação. Em 2016, o grupo empregou cerca de 115 mil pessoas e obteve vendas de € 46.8 bilhões.

 

 

 

(Fonte: Agrolink – 05/10/2017)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Inova Talentos

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE