Rio de janeiro
Agenda Inovação Agosto -   Setembro    -     Outubro   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
RETS

Notícias - RETS

USDA propõe novos regulamentos de biotecnologia

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou a disponibilidade de uma regra proposta intitulada “Movimento de certos organismos geneticamente modificados”, que prevê novas regras de segurança para regulamentação de organismos editados com biotecnologia. De acordo com o Departamento, a norma foi abreviada para SECURE e prevê também promover a inovação agrícola.

 

“Ao preparar esta proposta, fomos guiados pelos seguintes princípios: Sustentável, Ecológico, Consistente, Uniforme, Responsável, Eficiente e Seguro. A regra SECURE modernizará os regulamentos de biotecnologia do Departamento com uma abordagem equilibrada que continuará a proteger a saúde das plantas enquanto permite que a inovação agrícola prospere”, diz o USDA.

 

Segundo o subsecretário de Comércio e Regulamentação do USDA, Greg Ibach, “como o nome SECURE sugere, esta regra proposta incorpora a necessidade de produção agrícola eficiente e sustentável para ajudar a alimentar e vestir o mundo, combinada com supervisão reguladora responsável e previsível para proteger a ecologia e a saúde das plantas dos EUA".

 

O Serviço de Inspeção de Saúde Animal e Vegetal do USDA (APHIS) supervisiona a importação, o movimento interestadual e a liberação ambiental de organismos geneticamente modificados para garantir que eles não representem um risco de pragas para as plantas. O SECURE é projetado para ter flexibilidade regulatória suficiente para avanços na engenharia genética e também incorpora certas provisões da Farm Bill de 2008 e recomendações do relatório do Escritório de Inspeção-Geral do USDA de 2015 sobre organismos transgênicos.

 

“O SECURE permitiria que o APHIS avalie os organismos OGM quanto ao risco de pragas de plantas com maior precisão do que a regra atual permite, garantindo que a supervisão e os riscos sejam baseados na melhor ciência disponível”, disse Ibach. “Essa abordagem de senso comum acabará por dar aos agricultores mais escolhas no campo e aos consumidores mais opções na mercearia”, conclui.

 

 

 

(Fonte: Agrolink - 06/06/19)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE