Rio de janeiro
Agenda Inovação Outubro -   Novembro    -     Dezembro Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
SENAI

Notícias

Aberta consulta pública da Estratégia Brasileira para a Transformação Digital

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou nesta terça-feira (1º) a consulta pública da Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, que reúne as diretrizes e metas para a digitalização da economia brasileira nos próximos anos. Serão 30 dias para aperfeiçoar a proposta, formulada por um grupo de trabalho interministerial coordenado pelo MCTIC. A versão final será enviada como minuta de decreto à Presidência da República.

 

De acordo com a pasta, a Estratégia representa um "guarda-chuva" para diversas iniciativas do governo federal em torno da digitalização da economia e da sociedade. O objetivo é criar um ambiente habilitador para impactos transformadores na agricultura, comércio, finanças, indústria e serviços de transportes e logística, por meio do avanço da digitalização dos processos produtivos e da capacitação do país para a chamada 4ª Revolução Industrial.

 

"Na verdade, essa consulta pública visa adaptar o governo e o Brasil ao mundo digital, que se renova a cada dia, a cada semana, a cada mês, a cada ano", disse o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. "E temos agora um instrumento para que, de uma maneira efetiva e eficiente, possamos agilizar as nossas adaptações e preparar o país para viver esse novo cenário de permanente mudança."

 

Coordenador do Grupo de Trabalho Interministerial (GTI) responsável pela formulação do texto-base, o secretário de Política de Informática do MCTIC, Maximiliano Martinhão, apontou como prioridade o uso das tecnologias da informação e comunicação (TICs) como "ferramentas para melhorar e aumentar a produtividade e a competitividade do país".

 

Na visão do diretor de Temas Científicos e Tecnológicos do Ministério das Relações Exteriores, Benedicto Fonseca Filho, a Estratégia permite ao Itamaraty identificar áreas prioritárias no caminho de digitalização do Brasil. "Isso vai nos proporcionar uma melhor inserção nos esforços internacionais de cooperação em matéria de TICs, notadamente em segurança cibernética e privacidade de dados."

 

A proposta em construção para a Estratégia Brasileira se divide em eixos temáticos. Como habilitadores da transformação digital, estão: infraestrutura de redes e acesso à internet; pesquisa, desenvolvimento e inovação; confiança no ambiente digital; educação e capacitação profissional; e dimensão internacional. Já as frentes de transformação digital, por outro lado, consistem em: uma economia baseada em dados; um mundo de dispositivos conectados; novos modelos de negócio; e transformação digital da cidadania e de governo.

 

 

 

(Fonte: Agência ABIPTI – 02/08/2017)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Inova Talentos

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE