Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
SENAI

Notícias

Sistema Fiep inaugura Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica em Curitiba

O Sistema Fiep inaugurou nesta segunda-feira (30/9), uma nova estrutura em Curitiba. O empreendimento de 26 mil metros quadrados, localizado da unidade Campus da Indústria, no Jardim Botânico, vai abrigar as novas instalações do Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica (ISI Eletroquímica), um Centro de Formação Profissional – CFP Campus da Indústria, e o Colégio Sesi Internacional, de Ensino Médio e Fundamental. A obra financiada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi orçada em R$ 70,4 milhões de reais. Outros R$ 25,8 milhões foram aplicados na aquisição e equipamentos de alta tecnologia.

 

O Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica existe desde 2013 e foi o primeiro instituto do Senai a ser inaugurado no Brasil. Com infraestrutura laboratorial e de recursos humanos altamente capacitados, realiza pesquisas aplicadas à indústria, desenvolvendo projetos de alto impacto industrial, tecnológico e econômico.

 

As novas instalações do ISI em Eletroquímica terão 2 mil metros quadrados onde vão funcionar 14 laboratórios de pesquisa, desenvolvimento e inovação aplicada, equipados com tecnologia de ponta. O espaço expande o escopo atual de atividades, reforçando as relações da ciência e da tecnologia com foco no crescimento do segmento industrial. A infraestrutura oferecida atenderá de forma direta os setores industriais de Óleo e Gás, Energia, Indústria Química, Produtores de Baterias, Automotivo, Metalmecânico, de Mineração e Construção Civil.

 

Para o presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, o investimento consolida o compromisso do Sistema Fiep de atuar de forma estratégica e inovadora no desenvolvimento da indústria do Paraná. “Este é mais um investimento que vai fazer a diferença na formação profissional dos trabalhadores e, principalmente, reforça nossa área de pesquisa e inovação, fundamentais para que nossa indústria cresça, se desenvolva e seja cada vez mais competitiva, oferecendo qualidade compatível com as maiores indústrias do mundo”, destaca.

 

A criação dos Institutos Senai de Inovação no Brasil faz parte de um processo iniciado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Departamento Nacional do Senai, por meio do Programa Senai de Apoio à Competitividade. Foram investidos no país mais de R$ 1,9 bilhão, sendo que o Paraná recebeu R$ 152,6 milhões do BNDES, aplicados em 25 projetos que incluem os institutos Senai de Inovação e de Tecnologia, centros de formação profissional, unidades do Senai e unidades móveis.

 

Como contrapartida, o Sistema Fiep investiu mais R$ 64,5 milhões em 18 desses projetos. No total, foram R$ 217,1 milhões (BNDES + Sistema Fiep). “Este novo empreendimento é mais uma aposta do Sistema Fiep na educação de qualidade e na formação profissional com uma conexão estratégica com o meio acadêmico por meio de pesquisa aplicada em parceria com as indústrias”, complementa Campagnolo.

 

“O Instituto de Senai de Inovação em Eletroquímica de Curitiba terá atuação nacional para auxiliar o desenvolvimento da indústria. Esta é mais uma iniciativa para agregar valor à produção e para melhorarmos a nossa competitividade no cenário internacional. Isso se consegue com tecnologia, aumento de produtividade e tornando nossos produtos mais inovadores. E é isso que o ISI em Eletroquímica vai colocar a serviço da indústria”, reforçou o presidente eleito da Federação das Indústrias do Paraná, Carlos Valter Martins Pedro, que assume o cargo nesta terça-feira (1/10).

 

O ISI Eletroquímica, Instituto homologado nacionalmente pela Embrapii –  a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial, comporta projetos de pesquisa para empresas sujeitas ao programa de investimentos em P&D da Aneel, ANP, Rota 2030, ou outros programas e fomentos a inovação semelhantes.

 

O portfólio de produtos e serviços inclui competências estratégicas em Eletroquímica para atender às demandas tecnológicas do setor, entre elas, a formação em soluções inovadoras em materiais e componentes para novos dispositivos de geração de energia, com foco em mobilidade e necessidades de cidades inteligentes, além de atuar no desenvolvimento de recursos humanos para a Indústria em pesquisa aplicada em Eletroquímica.

 

Características da obra

No total, o prédio terá quatro pavimentos. O CFP Campus da Indústria e o Colégio Sesi Internacional terão amplo espaço para atividades de formação, com 31 salas de aula, além de laboratórios de química, física e biologia, biblioteca, cantina e áreas interna e externa de convivência. E, ao lado do novo edifício, será construída uma quadra poliesportiva. A estrutura atenderá mais de mil alunos dos ensinos Fundamental e Médio do Colégio Sesi Internacional, nos períodos da manhã e tarde, e à noite, será ocupada por alunos do Ensino Superior.

 

Sustentabilidade

Entre as características da obra estão sistema de climatização e renovação de ar inteligentes, por meio de central de água gelada. Iluminação dimerizada e automatizada por sensores de presença. Nove elevadores adaptados às normas de acessibilidade e sistemas de combate a incêndios. O local também possui paredes e pisos acústicos, esquadrias de vidros com atenuação solar, cobertura com telhas termo acústicas, que melhoram a performance e o conforto dos ambientes, além de um eficiente sistema de coleta e reuso da água da chuva e de geração de energia solar por placas fotovoltaicas. O prédio conta ainda com catracas que possibilitarão mais segurança e controle de acesso aos alunos.

 

Números do projeto:

Metragem quadrada: 600m2 Valor do investimento: R$70,4 milhões em obras e R$25,8 em equipamentos. O que vai funcionar no prédio: ISI Eletroquímica, Centro de Formação Profissional (CFP Campus da Indústria), com ênfase em veículos híbridos e Colégio SESI Internacional – médio e fundamental. A infraestrutura do ISI em Eletroquímica atenderá os setores industriais de Óleo e Gás, Energia, Indústria Química, Produtores de Baterias, Automotivo, Metalmecânico, de Mineração e Construção Civil. Número de Laboratórios do ISI: 14 laboratórios Número de salas de aula: 31 Empreendimento financiado pelo BNDES.

 

 

 

(Fonte: Fiep - 01/10/19)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE